Por que fazer esse curso?

A comunicação é uma das necessidades básicas do ser humano, constituindo-se como o canal central pelo qual as linguagens, as línguas e a cultura de uma determinada sociedade lhe são transmitidas e, através da qual o indivíduo insere-se em seu grupo. A vida em sociedade supõe intercâmbio e comunicação, que se realizam fundamentalmente pela linguagem, cujo papel é cada vez mais importante nas relações humanas. Entre as diversas e diferentes relações estabelecidas pela linguagem humana, temos a relação de trabalho que tende a demandar uma atenção especial com a forma escrita da língua e seu registro adequado, a fim de estabelecimento do entendimento comum, claro, objetivo e preciso, entre seus interlocutores. Portanto, comunicação é isso: participação, interação, transmissão, troca de ideias, conhecimentos e experiências.
Inserido no contexto do serviço público, a comunicação deve ser a principal forma de interação pelos interlocutores: o serviço público e seus destinatários. Por isso, é fundamental que os representantes desse serviço utilizem uma linguagem padrão, objetiva, clara coerente e precisa a fim de estabelecer seus propósitos comunicativos e atingir suas metas entre seus receptores.
Assim esse curso tem por objetivos centrais:
- Evidenciar e discutir os principais aspectos da redação oficial;
- Apresentar as orientações teóricas e caracterizadoras relativas às técnicas de produção escrita de textos burocráticos;
- Destacar os principais elementos caracterizadores dos gêneros burocráticos do padrão ofício e correio eletrônico que circulam em órgãos e Instituições públicas;
- Apresentar a estrutura e as normas para a produção de textos técnicos como o parecer e o relatório;
- Abordar sobre o emprego adequado do correio eletrônico no contexto das Instituições públicas.

O que eu preciso saber?

Como pré-requisito básico ao curso de Redação de Documentos Oficiais recomenda-se, principalmente, que o participante atue direta ou indiretamente no serviço público, em Setores, Departamentos, Seções, Divisões entre outros ambientes institucionais cujo contato com os Documentos Oficiais seja frequente e constante em seu ambiente de trabalho, tanto na condição de emissor como na condição de receptor desses textos.
Porém, esse Curso também recomenda-se para todas aquelas pessoas interessadas no processo de produção escrita, perpassando pela redação técnico-oficial.

Estrutura do Curso

A ementa do curso consiste em:
Redação oficial: definição, técnicas, características, normas e estrutura; gêneros da esfera burocrática; memorando, ofício, parecer, relatório e correio eletrônico (e-mail): definições, características e estrutura.

A metodologia baseia-se em:
Vídeo-Aulas expositivas com auxílio de slides;
Indicação de Leitura de textos teóricos;
Análise de textos, nas vídeoaulas;

O conteúdo programático:
- A Comunicação na esfera burocrática:
Redação de gêneros oficiais: definição, normas, características;
Pronomes de tratamento e Signatário;
* Vocativo;

  • O Padrão Ofício dos gêneros textuais burocráticos recorrentes nas Universidades:
  • definição, estrutura, formatação e apresentação;

  • O memorando: conceito, finalidade, estrutura e exemplos;

  • O Ofício: conceito, finalidade, estrutura e exemplos;
  • O Parecer: conceito, finalidade, estrutura e exemplo;
  • O Relatório: conceito, tipos, estrutura e exemplo;

  • Correio eletrônico (e-mail).